Cuidando da sua Postura
Topo 1
Z: | P:2101/n10p1000 | I:090527/0010p.jpg | A: | IT:
e:\home\criativos2\web\site\nova\2101\n10p1000\090527\0010p.jpg(True)

Você com certeza já viu olhares de admiração se voltarem a alguém que não era necessariamente maravilhosa(o), mas mostrava algo especial. É provável que tal pessoa tivesse uma boa postura. A gente não faz idéia de o quanto manter o corpo alinhado ajuda a causar uma boa impressão na hora de procurar emprego, na troca de olhares durante a paquera e até mesmo no bem estar, diminuindo as dores nas costas. Ombros curvados, barriga para a frente e cabeça fora do prumo passam a sensação de falta de confiança em si mesma. Com o tronco estabilizado, os movimentos das pernas e dos braços ganham graça e atitude.
O primeiro passo para ganhar uma boa postura é desligar o botão do piloto automático e começar a reparar em como você senta, anda, pára no elevador... Na maior parte do tempo, estamos pensando no que precisamos fazer no dia seguinte ou no que fizemos ontem. Raramente, focamos no que está acontecendo neste instante. E isso significa prestar atenção no nosso corpo também, pois ao adotar mudanças simples no seu dia, você vai conseguir deixar os maus hábitos para trás. Incorpore uma dica de cada vez e descubra que uma boa postura faz verdadeiros milagres.

 

Dica nº 1
Você é daquelas pessoas que passam o dia inteiro sentada diante do computador, largada na cadeira? Pois saiba que, além de antiestético, sentar-se no osso sacro (em cima do cóccix) pode causar dores na região lombar. A melhor forma de ajustar a sua postura na cadeira é colocar as mãos embaixo do bumbum e sentir os ísquios, os dois ossinhos da região. Sentando neles, alinhamos o corpo de forma automática. O ideal é que seus pés fiquem apoiados no chão formando um ângulo de 90 graus. Para completar, utilize uma toalha ou almofada para apoiar a parte baixa da coluna no encosto.

Dica nº 2
Um abdômen forte significa muito mais do que poder usar miniblusa ou camisa de fora. Quando esses músculos estão fortalecidos, agem como se fossem um cinturão de força que sustentam toda a coluna vertebral. Por isso, esteja você de pé ou sentada, o abdômen deve ficar sempre contraído. Procure pensar que você está usando um espartilho que segura toda a musculatura transversal do abdômen (a camada que se localiza na cintura). Ou ainda compare o seu umbigo com um ralo que vira um buraco bem pequeno quando você aciona os músculos abdominais.

Dica nº 3
Barrigas salientes têm tudo a ver com má postura, você sabia? Assim como o bumbum exageradamente arrebitado ou os pneuzinhos das laterais (repare que, às vezes, a dobra de um lado da cintura pode ser maior do que a do outro graças aos quadris desalinhados). Para evitar esse quebra-cabeça, adote um exercício simples e prático: pense que o seu abdômen abriga um relógio de parede. O número 6 se localiza na pélvis (cerca de um palmo abaixo do umbigo) e o 12 no ponto entre os seios logo abaixo do sutiã. O 3 e o 9 ficam nos dois ossinhos dos quadris. A idéia é manter o relógio sempre plano. Por isso, se você contrair demais o bumbum, o 6 aponta para cima. Se arrebitá-lo, o 6 vira para baixo. Lembre-se de que esse desenho imaginário vale para quando estiver em pé, sentada e até deitada.

 

Dica nº 4
O tempo todo a ação da gravidade está agindo sobre nós. Junte a ela a tensão do dia e o resultado são ombros curvados como se um peso de verdade estivesse forçando o nosso corpo para baixo. Para vencer essa força e manter a postura reta, imagine que um balão está preso à sua cabeça, erguendo o tronco todo. O ideal, é abrir os ombros, puxando as escápulas para baixo (e não para trás). Posicione-os na linha dos quadris. Tem mais: os joelhos devem estar relaxados (procure não travá-los ou descarregar o peso em uma das pernas). A planta dos pés fica bem apoiada no chão.

Dica nº 5
Quando a gente se depara com a nossa imagem em fotografias fica mais fácil enxergar a falta de alinhamento entre cabeça e o tronco. O mais comum é projetar o queixo para a frente, acentuando demais a curvatura da cervical. Inclinar o rosto para um dos lados, apesar de difícil de perceber, também colabora para estragar o visual. Com a ajuda de uma parede, você consegue corrigir esses desvios. Encoste nela e você deve sentir três pontos do seu corpo: o occipital (osso protuberante de trás da cabeça), a coluna dorsal (abaixo do pescoço) e o sacro (na lombar). Depois da posição acertada, procure aproximar um pouco o queixo do peito e manter os olhos na direção do horizonte durante o dia todo.

Imgtxt:
  « Voltar - Publicado por Heloisa Esteves